terça-feira, 6 de julho de 2010

Olha a onda, Olha a onda... (ui!..)

Intrigante! Não tem palavra melhor pra descrever a sensação passada por esse filme!
Tinha tempo que uma película não mexia tanto comigo. Nesse filme alemão, um professor de uma escola de segundo grau, utiliza um método didático não muito convencional: pra ensinar autocracia e o facismo à sua classe ele cria um pequeno regime militar próprio, "A Onda!" Os participantes são instigados apenas a seguir algumas regras, inicialmente simples, mas quando A onda começa a se alastrar, as coisas ficam um tanto quanto estranhas... Intrigantes!

Não vou ficar falando muito, senão vira spoiler, aqueles comentários babacas que contam toda a história de algum filme que a gente quer ver ou revista que a gente quer ler. Enfim. Mas a dúvida que esse filme deixa, principalmente pra quem trabalha ou se propõe a trabalhar com Educação é : Até onde ensinar? Como selecionar certos conteúdos delicados, o que esperar de quem aprende?

Acho que enquanto projeto de educador que sou, a lição fundamental que extraí desse filme, mas que é pauta pra muita discussão, é "Como lidar com o despreparo dos alunos diante de uma situação nova de ensino-aprendizagem?" Alguns estudantes no filme, simplesmente não tinham preparo psicológico para lidar com aquilo que o professor estava ensinando, literalmente, "não seguraram A Onda!" e aí que a tragédia se instalou.

Mas deixa eu calar a boca, senão conto o filme.

È um filme muito bom, assistam, vale a pena. Mas se preparem pra se sentir instigados! Tem um fortíssimo apelo psicológico!

Um comentário: