quinta-feira, 8 de julho de 2010

Bellotinho's Day

Sabem quando fico falando que tive os melhores amigos do mundo inteiro, que existem pessoas muito mas muito legais mesmo de quem eu tenho orgulho de ter convivido? Pois é, hoje é o dia do aniversário de uma dessas pessoas, a Danielle Bellotto. Ela é tão bacana que até me seguiu no blog. A primeira!

Ontem fiz uma brincadeira, descobri que há alguns meses atrás a empresa Marvel Comics lançou, a título de publicidade, o Dia X-Men. 8 de julho. Hoje. É claro que eles sabiam que esse era um dia de nascimento de super-heróinas então eles resolveram juntar tudo e comemorar tudo no mesmo dia.

Eu conheci a Danielle na quinta série do ensino fundamental, ex-ginásio. Há dezessete anos atrás... Nós temos os olhos e a cor meio parecidos, passamos tranquilamente por irmãos. Somos atores natos, então já passamos por umas boas aventuras nesses dezessete anos. Na quinta série, ela era a menina mais linda da escola. Todos nós, homens caíamos de paixão pela Danielle Bellotto, era impressionante! Eu era apaixonado por ela também, mas não queria admitir. Um dia xinguei ela, não me lembro por que. Coisa de moleque. Naquela época ela andava com um estojo mortífero, cheio de chumbo eu acho, e ela batia na nossa cabeça com esse estojo! Perdão Dani, mas essa história é muito clássica, eu tinha que contar. Acho que tem um galo na minha cabeça até hoje!

Fomos parceiros no teatro e na Ong, fizemos bastante coisa legal pra nós mesmos e pro público em geral, por assim dizer. As vezes a gente trabalhava as vezes só se divertia. Uma vez a gente pegou um grupo de crianças carentes e demos um monte de aulas de teatro pra elas, foi uma atividade ótima! Fazia bem pro nosso espírito e as crianças saiam satisfeitas, vibrantes!

Vou contar uma última história engraçada da Dani. (Nada comprometedor, relax babe). Em 1996 ou 97 fizemos uma peça de teatro, chamada V de Quê? A peça foi super bem produzida, ficou em cartaz umas duas semanas e é um xodó para todo mundo que participou. A peça trazia textos fortes, sobre a natureza humana e sobre a relação do homem com o meio ambiente e consigo mesmo enquanto espécie. Foi tão bom que alguns anos atrás publicamos uma revista só sobre essa peça e fizemos um reencontro de 10 anos do V de Que?. O terceiro ato dessa peça era uma cena onde meio que fazíamos papel de nós mesmos. Era o texto Os últimos super-heróis de um autor chamado Roberto Amado, escolhido por nosso diretor especialmente para nosso grupo de amigos. O texto era sobre um grupo de amigos inseparáveis na adolescencia, mas que com o amadurecimento são abatidos por algumas pequenas tragédias pessoais que os separam. "Tanta paixão poderia um dia acabar? Será que algum dia tudo seria perdido, nebuloso? Pensávamos que algum dia seríamos estranhos entre nós? Não, nós não pensávamos. (logo éramos burros!)" Bom, já estávamos apresentando a segunda semana da peça, se não me engano, quando num certo dia, peguei alguma virose e fui  apresentar a peça com uma baita duma diarréia! Acho que foi um dos maiores exercícios de ator que já fiz. Eu tava morrendo de dor mas tinha que rir espontâneamente na esquete! Foi difícil, mas havia um momento no final da cena, que a gente meio que podia falar o que quisesse e a Danielle apontou pra mim nesse momento, morrendo de rir e disse " Ele tá com caganeira!".... Acho que ela não sabia que ia dar pra escutar o comentário. Só que filmaram isso! Sei que anos depois eu fui assistir ao vídeo, todo mundo pequeno, cafooonas, e a Dani apontando pra mim e dizendo " Ele tá com caganeira!" Muito engraçado!

Dani Bell, muita saudade de você, desculpe se falei alguma coisa que você não queria. Amo-te demais e espero não só hoje, mas todos os dias da sua vida sejam repletos de alegrias, saúde, amor, paz e tudo mais de bom!


5 comentários:

  1. Meu querido amigo, muito obrigada pela homenagem.
    Adorei. Mas você me fez parecer uma louca. rs
    Nunca seremos estranhos entre nós.

    ResponderExcluir
  2. Netinho... também li o que vc escreveu sobre essa menina, de quem, claro... sou fã nr. UM !!!
    Vc é uma pessoa linda, maravilhosa também, que conheci antes mesmo da Dani te conhecer e que me traz lembranças muito boas.
    Ainda ontem eu e Dani falávamos de vc e de como todos esses anos de Alto foi uma oportunidade fantástica pra todos nós que convivemos juntos, aprendemos, crescemos e sofremos juntos também...
    Muitas alegrias em sua vida, meu querido... que ela sempre lhe traga coisas maravilhosas para serem lembradas como essas histórias que vc contou.
    Um grande beijo!!!

    ResponderExcluir
  3. Putz, comentário da Telma no meu blog!!!!

    Nunca imaginei que fosse tão famoso! É uma honra imensa receber visita sua, muitas saudades, espero que volte sempre!
    E Dani, desculpa se fiz você parecer louca, a intenção não era essa!

    ResponderExcluir
  4. Meu querido, adorei. Eu sou louquinha mesmo. Nem precisa de edição.

    ResponderExcluir
  5. Netinho... famosésimo voce!!! nem imagina!!!
    Ah, querido, sabe que mora em meu coração né???

    beijos miiiilll !!!!!!

    ResponderExcluir