Postagens

Mostrando postagens de Março, 2011

Ecologia de Populações - OS GIGANTES PERDIDOS

Imagem
Aids, o mamute pegou AIDS!!!

Pegou AIDS nada, coitado, pois o HIV nem existia há cerca de 13.000 anos, quando os mamutes se extinguiram. Membros de um grupo que habitou as Américas há mais de 15.000 anos atrás, junto com as preguiças e outros mamíferos gigantes, os mamutes, que são os acestrais dos elefantes, compunham um grupo conhecido por megafauna. Os mamutes eram bastante parecidos com os elefantes modernos, mas tinham o corpo recoberto por pelos, eram herbívoros e tinham um grande par de marfins.

Existem teorias controversas sobre o que ocasionou a extinção dessa espécie. Uma das teorias já faz uma associação ao ser humano, atuando na extinção de espécies desde de 13.000 anos atrás. Existe uma cidade mexicana chamada Clovis, onde foram encontrados artefatos e fósseis de homens das cavernas que, acredita-se, foram os primeiros habitantes das Américas.  Esses homens conhecidos por Povo de Clovis, vieram da Sibéria, atravessaram o estreito de Bering e desceram o continente, povoando…

ECOLOGIA DE POPULAÇÕES - Predação e Antipredação

Imagem
Ecologia de Populações é uma parte da Ecologia que analisa os processos ecológicos a partir da unidade ecológica que chamamos de populações - simplificadamente, um conjunto de indíviduos de uma mesma espécie habitando uma determinada área.
PREDAÇÂO - A predação é uma interação ecológica que dizemos ser positiva para uma espécie e negativa para outra. Essa interação funciona como um regulador populacional, se não houvesse predação, as populações cresceriam de maneira descontrolada. Além da predação "clássica" - leões comendo herbívoros, gaviões comendo roedores, cobras comendo sapos, etc, existem outras formas de predação mais discretas, como a herbivoria e o parasitismo.
A coisa funciona mais ou menos como uma dança, uma população depende de outra. Assim sendo, se houve evolução da predação, as espécies predadas também desenvolveram estratégias para evitar a predação.
Uma dessas estratégias é conhecida como coloração de advertência. Um exemplo clássico são os anuros venenosos…

Evolução em Quatro Dimensões

Imagem
Não terminei a graduação ainda, mas a ousadia faz com que me sinta já dentro do mestrado. Estou lendo um livro, em inglês pra ficar bem afiado para o momento em que isto se tornar realidade, que se chama Evolução em Quatro Dimensões, de dois autores chamados Eva Jablonka e Marion Lamb
Complexo, mas bem interessante. Na minha opinião, menos chato do que alguns livro que li do Richard Dawkins, aliás esse autor merece um post aqui no RED MOSQUITO pois é um dos caras mais considerado no mundo das Ciências Biológicas e também um dos mais polêmicos!
Ainda estou no meio do livro da Evolução em Quatro dimensões. Esses caras analisam a Evolução das Espécies sob quatro diferentes prismas. O primeiro é o genético, uma análise da Evolução sob a luz da herdabilidade. Depois ele analisa as consequencias da transmissão genética de caracteres sobre o metabolismo celular. Ele também faz uma análise da epigenética, que é uma coisa mais ou menos assim - Todo DNA tem potencialidade para produzir uma série d…