Postagens

Mostrando postagens de 2010

VAMOS ENTRAR NO BURACO DA FORMIGA...!

A mirmecocoria, síndrome de dispersão de sementes feita por formigas, uma verdadeira interação mutualistíca onde as duas espécies envolvidas (formigas e plantas) se beneficiam. (Vejam o post = Eu mirmecocorizo, tu mirmecocoriza, elas mirmecocorizam para maiores detalhes)
Existe uma hipótese dentro do estudo dessa interação, que diz que o fato da formiga carregar a semente para longe da planta-mãe (que pode secretar compostos secundários que impedem o desenvolvimento das sementes) garante a sobrevivência e germinação da semente e a protege de predadores (besouros, roedores e pássaros). Essa hipótese parece muito plausível,  mas acontece que ninguém comprovou isso ainda. Existem poucos estudos sobre a veracidade dessa hipótese, e os que foram feitos foram feitos com ervas e arbustos e ninguém sabe direito como isso funciona paras as espécies de árvores que são mirmecocóricas!
Os vídeos trazem algumas reflexões sobre o assunto! OBS - A Espécie Arbórea, que utiliza a síndrome de dispersão mi…

DESCOBERTA DE BACTÉRIA COM ARSÊNICO NO DNA ABRE NOVAS PERSPECTIVAS PARA A BUSCA DE VIDA EXTRATERRESTRE.

Imagem
Uma bactéria que utiliza arsênico, no lugar do fósforo, para compor o DNA, foi encontrada em um lago salgado da Califórnia por cientistas da NASA. O arsênico é um elemento tóxico para a maioria dos seres vivos, que, no modo como os conhecemos são compostos por seis elementos básicos: carbono, oxigênio, nitrogênio, enxofre, fósforo e hidrogênio.     Até essa descoberta recente, as pesquisas e explorações em busca de vida em outros planetas foram feitas sempre com intuito de procurar esses  seis elementos, que são essenciais para a composição da vida como conhecemos. O arsênico é um elemento químico muito próximo do fósforo na tabela periodíca, que geralmente é utilizado para compor a molécula de DNA, no núcleo das células dos seres vivos e também compõe o ATP, a "moeda energética" da célula. A GFAJ-1 (esse é o nome com que batizaram a bactéria "venenosa"), essa bactéria em forma de feijão formando colônias aí em cima, utiliza o arsênico de forma análoga ao fósf…

ECOLOGIA DE COMUNIDADES - O retorno.

Imagem
Pra deixar comunitário, como diz o Prof. Fernando!

CAROS! Antes de tudo só quero corrigir uma bobagem que eu falo no vídeo!

HOTSPOT é uma área identificada como portadora de uma biodiversidade alta! São áreas extremamente delicadas e que demandam conservação. Existem 25 apenas no mundo todo e esses 25 hotspots abrigam cerca de 64% de toda a biodiversidade planetária.
Me parece que a prova é nessa semana e o assunto é Padrão de distribuição e riqueza em espécies.
Tem a ver biodiversidade!
Mas não é a biodiversidade que ouvimos falar nos meios de comunicação a toda hora. Essa biodiversidade se refere mais à quantidade de espécies e indíviduos que existe em determinado ambiente. E pode ser chamada também de riqueza em espécies.
Eu estou descobrindo um autor agora chamado Begon, ele é um papa aí da Ecologia e pra ele a biodiversidade deve ser analisada a partir de um enfoque que contemple tantos os fatores bióticos quanto abióticos. Como assim? Segundo a linha de raciocínio do Begon a biodiv…

Violência na Escola??

Oi Galera do Blog, to sumido!
Bem, final de semestre chegando, prazos se esgotando. Estou agora nos momentos finais da monografia que estou escrevendo, cujo tema é A influência do comportamento dos Estudantes na Aulas de Biologia na Escola Estadual Cônego Osvaldo Lustosa.
Ufa, título grande e grande trabalho também. Já fazem quase uns três anos que fui designado pra fazer estágio nessa escola, é uma escola que fica no alto do morro, conta com uma galera bem diversificada, alunos de várias idades.
Escrever a monografia envolveu todo um trabalho de pesquisa, que compreendeu desde o entendimento do conceito de violencia até estudos da Psicologia da Educação. Eu precisei investigar se aquela escola era de fato violenta, como aparentava ser. A escola é cheia de sinais de violência, uma violência que alguns autores reconhecem como implícita, porque é algo sutil é um tratar revestido de preconceitos da escola para com o aluno.
Foi uma investigação interessante. Pra minha surpresa, eu acabei me…

Luz Azul

Não consegui enviar os clipes por e-mail, o blog é a única forma de compartilhá-lo sem cair em superexposições como youtube! Mas é o último prometo. É a nossa versão de outra música do Aterciopelados, Luz Azul.

Essa canção já é mais voltada para a vida espiritual.

Ah si se pone peluda lá coisa recuerde... la vida és color de rosa!

Algo como "Se estiver numa enrascada, lembre-se a vida é cor de rosa!"

Abaixo o clipe original que é um dos melhores que já vi na vida!

Si se pone peluda la coisa recuerde...

La vida

És color de rosa

Ah! A pausa absurda foi pra virar a página de cifras! Foi maallllllllllllll!!!!!!!!!!!!!!!

El Dorado

Hehehe... Nosso primeiro clipe. Fresquinho e compartilhado com exclusividade com os seguidores do Red Mosquito!!

Aterciopelados é uma banda colombiana maravihosa, tenho escutado bastante. Essa palavra (Aterciopelados) significa Aveludados, não tem nada a ver com pelado e é por essas e outras que eu não me arrisco muito com espanhol. Segundo uma amiga nossa, colombiana, é a melhor coisa já produzida na Colômbia (e realmente é muito bom!)

Essa canção, El Dorado, fala basicamente sobre o valor da vida. Sobre o quanto é maravihoso, importante e rico simplesmente estar vivo!

No es morado no
No es rosado no
No es plateado no
No es jaspeado no
Mira o que aqui lo tengo
Mira o que aqui lo tengo

Tipo, "Não é ne nhuma pedra preciosa, mas olha o que que eu tenho!" (A vida!)
Essa é a Júlia, minha namorada noiva, linda e inteligente.

Divirtam-se e perdoem o amadorismo!!!

Luz!

Uau, a Andrea Echeverri (vocalista do Aterciopelados) viu isso e me escreveu um e-mail: hola waldir

yo tampoco hablo…

LUTO, INDIGNAÇÃO E REVOLTA

A Biologia que me desculpe, mas vou abrir um pouco esse meu espaço para falar sobre um fato ocorrido que está me incomodando muito...
O último post, sobre Parasitologia, ironicamente comparou os parasitas biológicos (protozoários, platelmintos, fungos ) com políticos. Estamos em plena época de eleições aqui no Brasil e enquanto isso lá na minha cidade, Alto Paraíso de Goiás, uma cidade da paz, mística, maravilhosa sim, mas que de vez em quando é palco pra barbáries sem sentido!!! Assassinaram a queima roupa o Divaldo Rinco, que era prefeito da cidade!!!
Eu confesso que fui uma pessoa que criticou sim, a entrada do Divaldo, pela terceira vez na prefeitura da cidade. Mas isso justifica assassinar uma pessoa? Com fins pseudopolíticos!!! Pois quem fez isso não tem a menor noção do que é política, do que é cidadania, do que é ser racional, ser humano na hora de resolver os problemas! Não é com o uso da violência, da barbárie que se resolve nada, muito pelo contrário a sensação agora é que Al…

E POR FALAR EM POLÍTICA...

Imagem
Não, não gosto disso não...

Afinal, parasitismo é uma relação ecológica pra lá de desarmônica! Enquanto um trabalha, sobrevive, sintetiza alimento, ou tem determinada enzima específica, o outro fica lá, só sugando...Os parasitas, com o perdão da palavra, são tão filhos da puta que ao longo da história evolutiva das espécies esses camaradas (que podem ser vírus, bactérias, protozoários, helmintos ou platelmintos) passaram por diversas adaptações pra poder continuar ainda mais folgados: ventosas adaptadas para se fixar aos intestinos, atrofiamento de órgãos de locomoção, de repente só pra ter uma desculpinha "ai, não tenho perna, então vou ficar aqui dentro de você usando seus recursos energéticos....!", adaptações ao sistema imunológico do hospedeiro, em alguns casos, como por exemplo no do protozoário Trichomona vaginalis, um horror para a mulherada que o adquire, o parasita tem mecanismos moleculares para enganar os anticorpos do hospedeiro! É o cúmulo da folga não é mesmo?

Ecologia das Comunidades

Imagem
Não, não é um estudo sobre o EnCa (Encontro Nacional das Comunidades Alternativas). É uma disciplina que começo a fazer amanhã.
Em ecologia, existem vários conceitos para Comunidade, mas um dos mais simples e bem aceitos seria o conjunto de espécies que ocupam uma determinada área. Enquanto a população é definida como o conjunto de indivíduos de uma mesma espécie numa dada área, a Comunidade já é um termo mais abrangente, mais comunitário, (rsss) ou seja, a comunidade é uma assembléia de populações de espécies que ocorrem juntas no espaço e no tempo.
Estou sendo simplista, pois afinal um dos objetivos desse blog é que ele seja também uma ferramenta didática. Ao longo de, sei lá, dois séculos de existência da Ecologia, Comunidade foi definida de diferentes maneiras.  Como assim? Existem diferentes conceitos para a mesma coisa, analisada sob diferentes óticas. Por exemplo, alguns autores consideram que comunidades são verdadeiros superorganismos, cujas espécies componentes seriam muito u…

O Santuário das Libélulas Felizes...

Imagem
Então, bom dia.
Existe, aqui na Universidade de São João del Rey, praticamente ao lado da sala que trabalho, um mestrado chamado "Bioengenharia Ecossistêmica". Estou bem de olho nesse mestrado, com bastante vontade de fazer e duzentas mil dúvidas. Lendo um pouco da bibliografia recomendada, me lembrei de algumas aulas que tive na disciplina chamada Limnologia.

Limnologia é uma ciência que pode ser também chamada de Ecologia dos Ecossistemas de Água Doce.
É muito legal.  Basicamente, é um estudo dos lagos e rios e de toda a fauna e flora desses ambientes.
Nesse final de semana, estive na Serra de São José. É uma serra, muito bonita por sinal, que divide os municípios de São João del Rey e Tiradentes MG. Essa serra tem predominantemente vegetação do tipo cerrado, é um lugar lindo mas que está correndo alguns riscos, pois existe uma mineradora e muitos turistas inconsequentes que estão poluindo o local. Pra combater esse impacto que está ameaçando alguns delicados ecossistemas q…

TIME IS AN ILUSION, BABY...

Imagem
"Time is an illusion baby I am on your side Love is a confusion baby You'll never hide Come to the conclusion baby Your love has died Time is an illusion baby "
Já dizia essa velha canção lado B, chamada "Pathetic Senses"completamente de garagem (pois acho que quase ninguém conhece), dos irlandeses The Cranberries. Parece que a Dolores O'riordan estava certa. O tempo é realmente uma ilusão. Pelo menos é isso o que agora os físicos estão descobrindo.
Apesar de que absolutamente tudo na vida parece ter uma relação com o tempo e essa relação se dá de uma forma linear, ou seja de trás pra frente, como sugere o modelo newtoniano das leis da física, o que entendemos como tempo, na verdade não passa disso: uma relação de algo com outro algo.
Parece complicado e realmente o é. Pelas novas leis da física, conhecidas também por física quântica ou mecânica quântica, o tempo é totalmente relativo. É uma criação humana, que serve só pra gente não enlouquecer, segundo algu…

RED MOSQUITO: Eu, a revista Planeta, o James Lovelock e a Teoria...

RED MOSQUITO: Eu, a revista Planeta, o James Lovelock e a Teoria...: "'A Terra é nossa MãeDevemos cuidar delaUnidos minha gente somos Um'(Canção popular que cantamos numa peça de educação ambiental em São Thomé..."

Eu mirmecocorizo, tu mirmecocoriza, Elas mirmecocorizam...

Imagem
Eu não, mas as formigas sim.
Mirmecocoria é o nome dado para um processo de dispersão de sementes feito por formigas. A dispersão de sementes é um fenômeno (principalmente a dispersão feita por formigas ou mirmecocoria) ainda pouco compreendido dentro da Ecologia. Dispersão significa levar a semente para um outro lugar, mais distante da planta mãe, (que gera sombra e muitas vezes atrapalha o crescimento da espécie vegetal) um lugar mais seguro com mais disponibilidade de luz e água, longe de predadores (geralmente pequenos roedores e besouros, que adoram comer sementes novinhas).
A transmissão de genes ao longo de gerações (seja em plantas ou em animais) é um 'fenômeno-chave" dentro da história da vida. Alguns autores consideram inclusive que esse é o objetivo-mor, a razão principal da vida: a transmissão de genes. Existe até uma definição de espécie (que não me agrada nem um pouco) que diz que as espécies são um "reservatório genético intermediário"... Acho que a vi…

Divã

Imagem
Parece que alguém votou em indicações de filmes na barra de pesquisas do blog (e acho que fui eu mesmo, testando o negócio...), então resolvi indicar mais um filme bacana que assisti nesse final de semana.
Um divã em Nova York é uma comédia inteligente que conta a história de um psicanalista que está estressado e resolve tirar umas férias. Ele mora em Nova York, mas resolve trocar, por uns tempos, de apartamento com uma pessoa da França. A francesa que toma emprestado o apartamento novaiorquino do psicanalista, começa, meio que por acidente a atender os pacientes. E para surpresa de todos, de forma muito simples, só escutando e falando "hmm-hmm", a moça consegue curar a maioria dos pacientes! Ela tem tanto sucesso nos seus atendimentos que a notícia acaba indo parar nos ouvidos do psicanalista, que se disfarça de paciente e vai investigar os métodos da moça que o substituiu.
Além de render algumas boas risadas, o filme mostrou também que vários problemas na vida podem ser solu…

Artificializaram o natural!

Imagem
Todos já devem ter ouvido pelo menos uma notícia rápida sobre a nova façanha da ciência: vida artificial.

Mas como é que fizeram isso e como foi possível?

Os méritos dessa novidade são atribuídos ao pesquisador norte-americano Craig Venter, que vem tentando desenvolver um genoma sintético a pelo menos 15 anos. Ainda não descobri a formação exata do Venter, não sei se ele é biólogo, bioquímico, geneticista. Mas o fato, é que o cara conseguiu desenvolver um software que imita o DNA. Um DNA construído em computador. Depois de quinze anos tentando, ele com certeza adquiriu algumas habilidades nessa tarefa de construir um DNA. Esse DNA recém sintetizado (e não é um sintetizado natural, como outros processos de síntese que temos em biologia...) tem até algumas coisas a mais gravadas, umas passagens da bíblia. Uma vez que o software do DNA estava pronto, Venter e sua equipe "imprimiu" o DNA sintético numa bactéria viva de verdade, e então a natureza se encarregou em continuar o serv…

Da série: "Lugares em que vivi" - São João del Rey (parte II)

Imagem
Depois de nascer e crescer no Planalto Central e de ter andado por alguns lugares do Brasil, resolvi, há dois anos que terminaria minha faculdade e então descobri essa cidade história da região dos Campos das Vertentes, onde agora moro.

É difícil. Eu costumo dizer que é uma relação intensa de amor e ódio. São João del Rey é uma cidade que pode te cativar, te fazer ficar apaixonado pelas ruas históricas e pelas pessoas e cultura locais. Mas também pode te matar de raiva. Vou listar alguns pontos que considero positivos e negativos na cidade. Vou começar pelos positivos pra não falarem que sou pessimista demais

PONTOS POSITIVOS:

Cultura - São João é uma cidade que consegue se destacar das demais pela cultura que rola por aqui. Na primeira vez que vim conhecer a cidade, fiquei hospedado na república dos amigos Tapuias. Logo na primeira noite, me apresentaram um vídeo super alternativo com canções da Tropicália. O Caetano Veloso ainda teen e o Raul Seixas numa performance nunca antes vist…

Eu, a revista Planeta, o James Lovelock e a Teoria de Gaia - Haverá salvação para algum de nós?

Imagem
"A Terra é nossa Mãe Devemos cuidar dela Unidos minha gente somos Um" (Canção popular que cantamos numa peça de educação ambiental em São Thomé!)
A revista planeta é uma revista pseudomísticocientífica que fazia o maior sucesso na década de 70 e agora é meio esquecida pelo público geral. Haviam pilhas e pilhas de "Planeta" na casa da minha mãe, que foi uma colecionadora nos tempos áureos da publicação. Quando eu tinha uns 12 anos de idade ficava deitado lendo nas revistas da minha mãe matérias do tipo " Descoberto Médium Voador na Alemanha"; "OVNI avistado no interior de Minas Gerais"; " Garotinhas irlandensas fotografam fadas de verdade" (parece anúncio de pornografia, mas eles mostravam umas fotos cheias de fuligem e umas setas indicando as "fadas"), e por aí vai. Nessa semana enquanto ia almoçar, vi a veterana Revista Planeta exposta nas bancas com uma matéria sobre sustentabilidade (!) na capa. Comprei uma, pra ver sobre o qu…